Suíça sem esquiar – 12 dicas de passeios para curtir a Suíça no inverno

suica sem esquiar

Vai viajar para a Suíça no inverno mas não esquia? Não se preocupe, a Suíça oferece muitas opções de passeios em qualquer época do ano e no inverno não seria diferente. É perfeitamente possível curtir férias de inverno na Suíça sem esquiar.

Continue lendo esse post para descobrir 12 dicas de lugares e passeios para curtir na Suíça no inverno mesmo sem esquiar ou praticar snowboarding.

1- Caminhadas e trilhas na neve

No inverno na Suíça há diversas opções de caminhadas e trilhas de diversos níveis e trajetos de curta a longa duração. As trilhas mais fáceis não exigem equipamento especial além de uma bota específica de inverno e bastões de caminhada para apoio. Outras mais difíceis exigem o uso de uma espécie de raquete que vai acoplada no sapato e pode ser alugada geralmente no local da trilha ou em lojas de equipamento esportivo.

Há centenas de opções de trilhas demarcadas e com a manutenção em dia em basicamente qualquer destino de inverno na Suíça, geralmente nas montanhas. É importante, porém, sempre se manter dentro das áreas demarcadas e seguir as direções indicadas pelas placas amarelas ou rosas.

Um exemplo de trilha fácil e praticamente plana que pode ser feita por toda a família, é de Grütschalp em Lauterbrunnen até o vilarejo de Mürren. Possui 4 quilômetros e meio e o percurso dura geralmente 1h30. As paisagens pelo caminho são incríveis.

Para fazer o trajeto Grütschalp – Winteregg – Mürren, a partir de Lauterbrunnen você deve pegar um bondinho até Grütschalp. Esse bondinho sai praticamente em frente à estação de trem, basta atravessar a rua e você verá a estação.

:: Clique aqui para ver os valores e adquirir o Swiss Travel Pass ::

Para quem gosta de trilhas fazer uma viagem para a Suíça sem esquiar faz muito sentido! São muita as opções para te manter ocupado durante todo o inverno!

2 – Descer de trenó na neve

Uma das atividades mais divertidas no inverno na Suíça para quem não esquia é certamente descer de trenó na neve. Há pistas específicas para isso em diversos locais e elas são separadas das pistas de esqui, claro, para evitar acidentes.

Não é necessário possuir experiência, mas isso não quer dizer que não seja perigoso. Algumas pistas possuem descidas bem inclinadas e é preciso aprender a controlar o trenó nas curvas e frear , antes de encarar uma pista mais longa e cheia de descidas. Além disso, é sempre recomendado o uso de capacete para a sua própria segurança apesar de não ser obrigatório como é no esqui.

Quanto ao trenó, a maioria das montanhas oferece a opção de aluguel no próprio local, mas em outros destinos, pode ser que o hotel ofereça de graça, como já aconteceu connosco em Zermatt.

Uma das pistas mais famosas fica em Grindelwald e possui 15km, por isso é considerada a pista de trenó na neve mais longa do mundo. Mas para chegar ao ponto de descida, é necessário fazer uma trilha antes na neve, puxando o trenó, por cerca de 2 horas e meia. A descida é feita em 30 minutos!

Mas há diversas outras pistas, em Grindelwald, inclusive. Geralmente as montanhas oferecem um pacote especial para quem quer praticar trenó na neve, com um bilhete que garante múltiplas subidas e descidas.

Neste ano levamos nosso filho de 2 anos para experimentar a emoção de descer de trenó na neve e adoramos a pista em Engelberg.

Também na região de Lucerne fica uma das pistas mais incríveis e que garantem adrenalina para os praticantes de trenó na neve, na montanha Melchsee-Frutt. Durante o dia, a diversão é garantida com muitas descidas e curvas insanas além da incrível paisagem dos Alpes e durante a noite, também já experimentei e gostei bastante, combinando a experiência do trenó com um fondue e drinks para aquecer depois das descidas.

Depois de tentar algumas vezes durante o dia, você também pode encarar uma descida durante a noite, um evento muito legal que várias montanhas oferecem. As pistas são iluminadas, mas claro que é uma aventura. Viu como é possível também ter adrenalina viajando para a Suíça sem esquiar?

dicas do que fazer no inverno na suiça

3 – Patinar no gelo

patinação no gelo suiça
Pista de patinação no gelo em frente ao Parlamento de Berna

Patinar no gelo é uma excelente opção de atividade no inverno na Suíça. Há pistas de patinação praticamente em todas as cidades e com certeza é uma experiência memorável.

Para quem quer um pouco mais de aventura e já domina os patins, pode tentar patinar em um lago congelado como o Oeschinenee, o Lago de St.Moritz ou até mesmo em pistas de patinação no gelo naturais, em meio a florestas como a pista de patinaöäao em Albula no cantão de Graubünden que ficou bem famosa recentemente.

4 – Visitar um Iglu de gelo

Sim, essa é uma atração que a cada ano se torna mais popular. Há iglus de gelo em vários locais, mas um dos mais famosos fica em Zermatt, e não é apenas um, mas uma espécie de vila, na montanha de Gornergrat, que oferece estadia com jacuzzi de frente para a Matterhorn, e a possibilidade de apreciar um fondue ao ar livre e de frente para uma das montanhas mais famosas do mundo. Há também iglus de gelo em Adelboden onde fica o famoso hotel The Cambrian, e nas regiões de Gstaad e Davos.

Que tal dormir dentro de um verdadeiro iglu de gelo na sua viagem pela Suíça? Uma experiência inesquecível!

5 – Explorar o lado gastronômico e comer muito fondue e raclette ( até mesmo ao ar livre)

Vamos combinar que uma das melhores coisas do inverno é comer bem, não é mesmo? Na Suíça você terá muitas oportunidades de fazer isso, seja em restaurantes típicos de montanha ou mais refinados. Há para todos os gostos. Pratos típicos suíços que não podem faltar no cardápio e possuem o queijo derretido como base são claro o fondue de queijo e o raclette, mas você também pode experimentar o fondue Chinoise com carnes e molhos e outras delícias locais.

Mas que tal também uma experiência diferente como combinar uma trilha com fondue ao ar livre? Fiz isso em Gstaad e amei. Você reserva a experiência em uma queijaria local e recebe uma mochila com todos os acessórios para fazer o fondue. Daí você faz a trilha e pára pelo caminho numa das mesas especiais ao ar livre para fazer o fondue. O mais legal é que as mesas tem o formato de uma panela de fondue gigante, mais um motivo para fotos!

6 – Curtir os passeios de montanha

Com certeza, mesmo para quem não esquia, os passeios de montanha são bem atrativos. Há a possibilidade de caminhadas ou trilhas, almoço ao ar livre em um típico restaurante alpino ou no seu ambiente interior aquecido, brincadeiras na neve como descida de bóia, mirantes e muito mais a depender do passeio.

passeios montanha suica titlis
Monte Titlis – Suiça

Na região de Lucerne por exemplo eu recomendo os passeios de montanha Titlis e Pilatus. Na região de Interlaken e Jungfrau, há claro, o Jungfraujoch Top of Europe que possui muitas atrações na parte interior do complexo e a própria jornada para chegar até o topo já é bem especial contando com 2 rotas diferentes entre trem de cremalheira e um moderno bondinho, a Grindelwald First que possui a Cliff Walk, uma ponte e passarela suspensa com vista para os Alpes e uma tirolesa de inverno, e a Schilthorn Piz Glória, a montanha do James Bond ( saiba por que aqui.)

Em Zermatt eu gosto muito do passeio a Gornergrat, mas há também o Matterhorn Glacier Paradise.

Já para quem quer um passeio de montanha no inverno mais perto da região francesa da Suíça, recomendo o Glacier 3000, outro complexo incrível que conta com a primeira ponte suspensa que conecta 2 picos de montanha e você pode caminhar por ela!

7 – Fazer um passeio de helicóptero

Quem quer uma dose extra de aventura e quer ter uma experiência única recomendo demais um voo de helicóptero sobre os Alpes Suíços especialmente no inverno. Eu fiz um passeio de helicóptero em Zermatt e amei! Há várias opções de voos a partir de 20 minutos e é uma das únicas e melhores formas de chegar bem perto do pico da Matterhorn, é insano ver a montanha tão de perto!

8 – Fazer um passeio de carruagem

Já quem quer relaxar e ver as paisagens com calma a bordo de uma charmosa carruagem, pode optar por fazer esse passeio em alguns lugares, entre eles St.Moritz. Há diversas rotas próximas ao vilarejo e ao lago.

9- Fazer um passeio de trem panorâmico

Uma das melhores atividades para fazer na Suíça no inverno é um passeio de trem panorâmico. Imagine você sentado em um trem super confortável e com restaurante, apenas apreciando a vista incrível das paisagens nevadas e glaciares pela janela, enquanto se delicia com um prato típico suíço? Isso é possível ao fazer o Glacier Express, uma das rotas de trem mais cênicas da Suíça e com certeza do mundo!

Além disso, há também o trem panorâmico Bernina Express e o Goldenpass que apesar de não oferecerem almoço a bordo, possuem a rota tão bonita quanto.

Há diversas formas de incluir um passeio de trem panorâmico em seu roteiro de viagem para a Suíça, e podemos te auxiliar com isso. Adaptamos o passeio a sua viagem, escolhendo trechos que façam mais sentido à quantidade de dias e cidades-base em que pretendem se hospedar, ajudamos no processo de reserva de assentos e compra de bilhetes e muito mais. Veja como funciona nosso servir de Consultoria para a sua Viagem pela Suíça.

glacier express no inverno

10 – Visite museus

fabrica de chocolate lindt suica
Fonte de chocolate gigante no Museu do Chocolate da Lindt na Suíça

A Suíça é muito rica em museus, são mais de 500 museus de diversos tipos e assuntos. Ao visitar uma cidade, não perca a oportunidade de visitar pelo menos um museu, algo que vale muito a pena, especialmente nessa época de inverno, onde atividades indoor acabam sendo sempre uma boa ideia.

Em Zurique há o incrível Kunsthaus com obras de vários artistas importantes, e também o Museu da Fifa e o Museu do Chocolate da Lindt! Já em Lucerne recomendo uma visita ao Museu do Transporte, o museu mais visitado da Suíça que agrada pessoas de toda as idades. é realmente muito interessante!

11 – Aproveite Spas e Banhos Termais

Nada como relaxar em uma banheira de hidromassagem ou piscina aquecida infinita de frente para os Alpes, não é mesmo? Não deixe de experimentar essa atividade ao visitar a Suíça no inverno.

Há vários hotéis que oferecem piscinas e jacuzzis aquecidas ao ar livre e alguns deles se destacam como o Bürgenstock Resort e o Villa Honegg na região de Lucerne, o Riffealalp Resort e o Hotel Riffelhaus em Zermatt, o Sunstar Hotel Spa em Grindelwald, o Hotel Lei Sources das Alpes em Leukerbad, e o Hotel Gstaad Palace, por exemplo.

Uma dica é que mesmo sem estar hospedado em um hotel com piscina termal ou spa como estes exemplo, ainda é possível aproveitar essa atividade ao pagar por um Day Use, ou visitar spas abertos ao público. Alguns exemplos são o sensacional Ovaverva em St.Moritz, e o Tamina Terma em Bad Ragaz.

o que fazer na suiça no inverno

12 – Explore as principais cidades suíças e faça um City tour guiado

Caminhar pelas ruas das lindas cidades suíças já é uma atração à parte. Mas fica ainda melhor quando há alguns eventos acontecendo.

Se for for viajar para a Suíça no começo do inverno, no mês de Dezembro, terá a oportunidade de explorar os encantadores mercados de Natal! Aliás, Zurique é uma das cidades que mais oferece atrações de Natal, a cidade fica ainda mais linda nessa época. Leia aqui sobre algumas das atrações.

Agora se você vai viajar para a Suíça em Janeiro quando os mercados de Natal já acabaram, preste atenção no calendário de atividades de cada cidade. Em janeiro deste ano de 2022 por exemplo aconteceu um show de luzes e projeções em Lucerne. A cidade estava ainda mais encantadora.

Também em Janeiro acontece sempre no vilarejo de Grindelwald um festival de esculturas de gelo e em Wengen, outro vilarejo alpino na região de Jungfrau acontece a famosa competição de esqui chamada Lauberhorn.

Você também pode descobrir lugares e um pouco mais da história de cada cidade através de uma experiência que acrescenta muito a sua viagem: Um City Tour Guiado em Português com uma Guia certificada pelo órgão de Turismo da Suíça, especialista e moradora local.

Que tal contratar um Tour guiado privativo para você e sua família ou amigos? Fale conosco e saiba mais aqui.

Mais dicas para aproveitar o inverno na Suíça

Quando é inverno na Suíça e neva o tempo todo?

A Época de Inverno na Suíça é entre os meses de Dezembro e Fevereiro. Já expliquei melhor em detalhes neste outro artigo aqui tudo sobre esta época. Mas o importante que você precisa saber é que não neva. necessariamente em todas as cidades, todo o tempo durante este período.

Para maximizar as chances de ver neve caindo do céu, o ideal é se hospedar em algum vilarejo alpino que irei recomendar a seguir. Há também alguns destinos específicos na Suíça, como montanhas, onde você vai poder curtir atividades na neve. E o ideal é mesmo programar a sua viagem entre o meio de Janeiro e Fevereiro, época em que costuma nevar mais, afinal neve é algo especial e mágico mesmo em uma viagem para a Suíça sem esquiar!

Faz muito frio na Suíça no Inverno? Quais as temperaturas?

Se você está planejando vir para a Suíça no inverno, provavelmente já está considerando a ideia de que sim, faz muito frio.

A temperatura média para você ter uma ideia é de -2 graus. Agora é claro que isso varia do mês e da altitude de cada região. Nas áreas montanhosas a temperatura pode chegar facilmente a -10 graus. Em Zermatt, em pleno mês de Dezembro eu experiênciei -8 graus na cidade e -15 na montanha.

A verdade é que com as roupas e acessórios corretos não se passa frio, portanto invista nisso.

Como se vestir na Suíça no inverno

como se vestir no inverno na suica

Ponha em mente que roupas de inverno são realmente um investimento. Mesmo que não sejam de marca, as roupas, principalmente uma boa jaqueta ou casaco para aguentar as temperaturas de inverno na Suíça, custam caro.

Mesmo para uma viagem de férias de inverno na Suíça sem esquiar, é preciso se vestir bem para não passar frio nas cidades e nas montanhas.

Além disso, é preciso investir em acessórios e usar aquela fórmula das 3 camadas que expliquei em detalhes aqui neste outro artigo.

Planejamento de Viagem de inverno para a Suíça sem esquiar também é muito importante

Sim, independentemente se você vai vir para a Suíça para praticar esportes de inverno ou não, é crucial que comece a planejar a sua viagem com antecedência, por diversos motivos como:

  • O inverno é considerado época de Alta Temporada na Suíça
  • A maioria dos destinos de inverno como vilarejos alpinos famosos são muito disputados
  • Os preços de hospedagem costumam ser mais altos, principalmente quando a demanda de lugares vai diminuindo
  • É mais barato comprar roupas de inverno fora de temporada. Sim, você vai precisar fazer um bom investimento em roupas e acessórios adequados para não passar frio, portando já comece a pesquisar e fazer suas compras o quanto antes.

Saiba mais sobre nosso serviço de Planejamento para a sua Viagem na Suíça. Elaboramos um Roteiro personalizado, sugerimos hotéis, passeios e damos todas as dicas e orientações necessárias.

Com que antecedência devo reservar hotel/hospedagem para uma viagem de Inverno na Suíça?

Dependendo onde você vai querer se hospedar, recomendo já fazer a reserva com pelo menos 6 meses de antecedência. Já adianto que para vilarejos como St.Moritz e Zermatt você começar a pesquisa tranquilamente 1 ano antes.

Destinos de Inverno na Suíça para quem não esquia

Além dos famosos vilarejos de Zermatt e St.Moritz, sou muito fã da região de Jungfrau que inclui os vilarejo de Grindelwald, Mürren e Wengen. Apesar de todos eles serem também resorts de esqui há sempre muitas atividades e atrações mesmo para quem não esquia.

Claro, considere a cidade de Zurique que sendo a maior cidade suíça oferece sempre muitas possibilidades de atividades, especialmente no inverno.

Mas além destes, há outros destinos bem procurados no inverno e frequentados até mesmo por celebridades, como Crans Montana, Gstaad, Andermatt, Arosa, Lenzerheide , Verbier e Suas Fee. Todos estes destinos são excelente para uma viagem de inverno na Suíça sem esquiar!

Vale à pena fazer uma viagem de férias no inverno para a Suíça sem esquiar

Com certeza! Espero que este artigo com dicas pra curtir a Suíça sem esquiar tenha te inspirado a planejar uma viagem pelo país nessa época que é realmente mágica!

Mais de Monique Bianchi

Cinque Terre – Dicas para conhecer as 5 vilas

A região de CinqueTerre é uma das mais pitorescas da Itália composta...
Leia Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.