Sentiero di Gandria: Trilha de Lugano a Gandria

Uma visita ao pitoresco vilarejo de Gandria é um dos passeios mais memoráveis para se fazer na região de Lugano, capital da Suíça italiana chamada Ticino.Para deixar este passeio ainda mais interessante recomendo fazer a trilha Sentiero di Gandria, que começa próximo ao funicular que sobe o Monte Bré e tem um caminho às margens do Lago de Lugano.

Sentiero di Gandria é uma trilha de Lugano a Gandria, uma caminhada que leva cerca de 40 minutos e é bem tranquila. É um passeio para ser feito com calma para apreciar as belas paisagens naturais, casarões e cantinhos inesperados.

Recomendo essa trilha como opção de passeio para se fazer em um bate-volta de alguma cidade da Suíça alemã ( como Zurique) até Lugano ou para quem está hospedado na região e quer um passeio tranquilo e com vistas espetaculares.

Quando ir

A Trilha é um excelente passeio na região de Lugano durante a Primavera ou Verão quando as temperaturas estão mais altas e as flores são presença constante. Além disso, essa é a época do ano em que há mais opções de transporte com o serviço de barcos funcionando em mais horários.

É muito mais fácil planejar viagens com o Turismo na Suíça!
Utilize os links dos nossos afiliados logo a seguir para conseguir descontos em hospedagens, seguro viagem, ingressos e muito mais!

Eu fui no mês de abril e vi muitas glicínias pelo caminho. Não estava um dia totalmente ensolarado e quente mas deu para curtir bastante.

Como chegar

Com a recente inauguração do túnel base Ceneri, fazer um bate-volta até Lugano ficou muito mais fácil e rápido. É possível chegar de trem de Zurique a Lugano em cerca de 2 horas. Foi o que fiz. Escolhi ir num dos primeiros trens do dia para aproveitar ao máximo.

De transporte público

A partir da estação de trem de Lugano pegue o ônibus número 2 e desça na parada final Castagnola Capolinea. Desça a rua em direção ao lago até achar as plaquinhas indicando Sentiero di Gandria.

De carro

Dirija até o Lido San Domenico em Castagnola. Há um estacionamento a 200 metros do local.

A Trilha Sentiero di Gandria x Trilha dell’Olivo ou Trilha da Oliveiras

São na verdade a mesma trilha mas logo no começo você irá passar por um arco emblemático escrito Sentiero di Gandria e irá notar algumas placas indicando também Sentiero dell’Olivo. Esse caminho chamado de Trilha das Oliveiras passa por um parque de oliveiras onde há curiosidades sobre elas na região e fica mais acima da trilha Sentiero di Gandria., para no final se tornarem uma só. Eu escolhi seguir a Trilha Sentiero di Gandria que é às margens do Lago de Lugano.

A trilha completa de Castagnola até o vilarejo de Gandria possui 2,6 quilômetros e leva de 30 a 40 minutos. Claro que o tempo aumenta se você ir parando para apreciar as belezas naturais pelo caminho, que são muitas.

Parada pelo caminho: Parco di Villa Heleneum

Se você notou, no mapa acima coloquei uma parada extra antes de chegar em Gandria: o Parco di Villa Heleneum.

Logo no comecinho da trilha, cantes mesmo de passar pelo Arco escrito Sentiero di Gandria náo deixe de passar por esse lindo parque, parte de uma vila chamada Heleneum, muito utilizada para eventos especiais como casamentos.

Foi onde encontrei muitas glicínias, pés de bambu e colunas romanas que dão um charme extra à paisagem do Lago com o Monte San Salvatore.

Chegada em Gandria

Assim que chegar em Gandria caminhe sem pressa pelas estreitas ruas e vielas. Por um momento esquecemos que estamos na Suíça e parece até que voltamos no tempo. Faz sentido, afinal a vila onde não entram carros está bem preservada e não sofre modificações há mais de 100 anos.

Gandria é a última vila suíça antes da fronteira com a Itália. Algumas de suas construções datam dos séculos 16 e 17.

Não desanime com as escadas, vale a pena passear por Gandria e descobrir todos os seus cantinhos charmosos.

Leia aqui um artigo especial sobre Gandria

Onde almoçar em Gandria

No dia do meu passeio, as restrições de combate ao COVID-19 ainda estavam valendo e portanto os restaurantes estavam fechados e apenas alguns estavam oferecendo take-away.

Recomendo o Restaurante Locanda Gandriesi ou o Ristorante Antico que possui um terraço super charmoso adornado com flores e uma vista sensacional sobre o lago.  Nesse dia passamos por ele, um dos únicos abertos, e meu pedido foi um ravioli de aspargos com ricotta que estava divino!

Volta de barco até Lugano

Não perca a chance de tornar esse passeio ainda mais memorável e se planeje para voltar de barco até Lugano. Cheque os horários antes no app ou site da SBB pois o serviço de barcos não é tão frequente.

Há diferentes barcos e rotas. O mais rápido faz o trajeto de barco de Gandria a Lugano em 25 minutos. O mais demorado leva 54 minutos e faz parada em Melide onde fica o SwissMiniatur.

Recomendo desembarcar em Lugano Paradiso e ir andando às margens do Lago até o centro de Lugano. Se tiver tempo e disposição continue até o Parco Ciani que fica belíssimo com muitas flores nessa época do ano.

Dica para continuar o passeio: Museu da Fronteira em Cantine di Gandria

Se você não tem pressa e começou cedo o passeio por Lugano, recomendo pegar um barco em Gandria e atravessar o Lago até o lado oposto chamado Cantine de Gandria, onde está situado o Museu da Fronteira. O museu que possui entrada gratuita era um antigo posto aduaneiro e conta a história de como era o controle da fronteira entre a Suíça e a Itália no passado e como é hoje.

É muito interessante descobrir sobre o contrabando de produtos nessa época e todas as artimanhas criadas pelos que se arriscaram a contrabandear produtos de um país a outro. Além disso, há um restaurante em Cantine de Gandria, local perfeito e tranquilo para tomar um café e avistar barcos e Gandria do outro lado do lago.

Mais de Monique Bianchi

Dicas de viagem Grécia

Neste post reunì os links de todos os artigos que escrevi sobre...
Leia Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.