Grand Tour da Suíça: ajuda para planejar o seu roteiro

O que é o Grand Tour da Suíça?

Recentemente o escritório de turismo da Suíça lançou uma nova ação chamada Grand Tour da Suíça que visa promover o país e inspirar os turistas a conhecerem melhor as paisagens através de uma sensacional rota turística que passa pelas quatro regiões linguísticas da Suíça, a parte alemã, italiana, francesa e a pequena região onde se fala romanche, uma língua também oficial mas que é falada apenas por 1% da população suíça como contei aqui nesse post de curiosidades da Suíça.

Se você está em fase de montar o seu roteiro de viagem pela Suíça e está pensando em alugar um carro para explorar o país, o Grand Tour pode te ajudar a escolher os melhores destinos a serem visitados.

Grand-Tour-da-Suiça-Mapa

A rota do Grand Tour da Suíça que possivelmente foi inspirada na famosa Rota 66 nos Estados Unidos percorre 1600km pelas estradas do país e passa por 44 atrações turísticas, 11 Patrimônios Mundiais eleitos pela Unesco, duas reservas de biosferas, 5 estradas pelos Alpes e  ainda 22 lagos!

Para quem ama dirigir essa é uma rota perfeita. Se você é mais do tipo motociclista é possível também fazer esta rota com motocicletas.

Leia também:

O Grand Tour da Suíça passa por famosos pontos turísticos como a Kappelbrücke em Lucerne, o Centro histórico de Berna e as Cataratas do Reno.

O ponto mais alto da rota do Grand Tour pela Suíça é a estrada pelos Alpes chamada Furkapass, a 2429 metros acima do nível do mar e o ponto mais baixo é o Lago Maggiore, a 193 metros acima do nível do mar.

Recomendações para fazer o Grand Tour da Suíça

Em quanto tempo pode ser feita esta rota turística pela Suíça?

Esta rota do Grand Tour pode ser feita em 8 dias, levando em conta 5 horas diárias dirigindo, mas é claro que você não precisa fazer o percurso completo e nem leva-lo ao pé da letra. A ideia é inspirar e assim cada um decide o que acaba sendo melhor para o seu próprio roteiro!

Qual a melhor época para realizar o Grand Tour da Suíça?

A época recomendada é a Primavera e Verão de abril a outubro. Inclusive, caso você ainda tenha dúvidas de que essa é uma das melhores épocas para conhecer a Suíça veja aqui alguns motivos que cito em um post.

Qual o melhor sentido a seguir?

grand-tour-suiça-mapa

De acordo com as recomendações do site oficial de turismo da Suíça eles indicam fazer o tour no sentido horário do mapa, começando de Basel por exemplo, já que a sinalização sobre o Grand Tour foi colocada nesse sentido e apenas em 2016 serão feitas sinalizações oficiais. Alguns exemplos de distância:

  • Basel até Neuchâtel: 165 km
  • Genebra até Saint George –  53 km
  • Chiasso até Bellinzona – 109 km

Porém, você pode escolher fazer o trajeto do ponto em que quiser, com já citado anteriormente, afinal o Grand Tour é apenas uma sugestão de roteiro.

Quais as cidades pelas quais passa o Grand Tour da Suíça

Sao 22 cidades principais que fazem parte da rota turística do Grand Tour da Suiça. Veja abaixo:

.Baden,Basileia, Belinzona, Berna, Biel

.Chur

.Friburgo

.Genebra

.La Chaux-de-Fonds , Lausanne, Locarno,Lugano, Lucerna

.Montreux Riviera

.Neuchâtel

.Schaffhausen, Solothurn, St.Gallen

.Thun

.Winterthur

.Zug, Zurique

Para mais informações sobre as cidades clique aqui.

Grand Tour da Suíça de trem

Para aqueles que preferem utilizar o sistema de trens na Suíça, é possível também seguir esta rota do Grand Tour, utilizando o Swiss Pass, aquele bilhete de trem que permite acesso a toda a rede de transporte da Suíça por um período específico, possibilitando assim uma economia, principalmente para quem pretende viajar por mais tempo e por vários lugares, ao invés de comprar os bilhetes de trem para cada trecho separadamente.

Além disso, há a opção de fazer as famosas rotas de trem panorâmicas como Golden Pass, Bernina Express e Glacier Express. Escrevi um artigo com todas as informações sobre o Swiss Pass. Leia ele aqui.

Leia também: Dicas valiosas para economizar em uma viagem à Suíça

Espero que este post tenha te inspirado a alugar um carro e conhecer as belas paisagens da Suíça!

grand-tour-da-suiça-trem

Se este conteúdo foi útil para você, considere fazer um doação ao blog. Você escolhe a quantia e assim contribui para a manutenção e custos do Blog e ajuda a mantê-lo atualizado. Saiba mais aqui.
Fazendo alguma reserva pelos links de afiliados abaixo também é uma forma de retribuição.
Monique Bianchi
travel-icon-183+ Dicas para planejar a sua viagem pela Suíça
  • Seguro de Viagem - Nunca se esqueça de contratar um Seguro de Viagem/Assistência Médica,algo que é obrigatório e essencial à sua viagem pela Suíça! Um Seguro de Viagem possui um custo baixo e pode evitar diversos problemas que poderiam causar stress à sua viagem. Recomendamos a Seguros Promo, um comparador de preços para você fazer a sua pesquisa e encontrar o melhor seguro de viagem de acordo com as suas necessidades ao melhor custo benefício. Cote os valores e garanta 5% de desconto usando o código do blog: MEJOGUEINOMUNDO5
  • Swiss Travel Pass: A melhor opção para explorar a Suíça utilizando toda a rede de transportes, o que inclui trem, ônibus e barcos em viagens ilimitadas + gratuidade em rotas de trem panorâmicas pelo país e descontos em passeios aos Alpes e entradas em museus. Buscar um passe de trem
  • Global Pass: Caso seu roteiro inclua mais países pela Europa, talvez o Globalpass seja a melhor opção para você viajar de trem pela Europa. Buscar um passe de trem
  • Aluguel de carro na Suíça e Europa: Para quem quer ter a liberdade de explorar a Suíça e outros países da Europa que ficam na fronteira, o aluguel de carro é uma excelente opção! Recomendamos o site RentalCars, que é um buscador que mostra diversas locadoras de carros e os melhores preços.
  • Excursões e passeios pela Suíça com excelente custo benefício: Recomendamos a GetyourGuide. que é uma empresa líder mundialmente na venda de excursões e tickets para atrações em diversos países.  Mais de 100 opções de passeios pela Suíça feitos por agências locais como transfers de/para aeroportos nas principais cidades suíças e excursões aos Alpes, muitas vezes com preços mais baratos até mesmo do que comprando diretamente no guichê.
  • Pesquisa e reserva de hotéis: utilize o Booking.com, uma plataforma de busca e reserva de hotéis reconhecida mundialmente. Sempre pesquiso e acabo reservando hospedagem por lá por vários motivos, entre elesa possibilidade de muitas vezes reservar sem o cartão de crédito ou optar por pagar apenas na chegada e também é possível ler as avaliações de outros hóspedes. Veja aqui, por exemplo uma relação das hospedagens mais recomendadas nas principais cidades suíças:

Mais posts sobre a Suíça para te inspirar

Planejamento de Viagem à Suíça

Transporte na Suíça

Suíça nas diferentes estações

Principais cidades

Principais passeios em montanha

Lagos na Suíça

Vilas Suíças e dicas de passeios

Este post contém links de afiliados o que permite que um percentual de comissão seja repassado ao Blog em caso de reservas realizadas por aqui mas você leitor não paga nada a mais por isso e ainda contribui para manter o blog ativo e atualizado. Em caso de dúvidas consulte nossa Política de Publicidade. Interessado em fazer uma doação? Clique aqui.

Mais de Monique Bianchi

1 ano morando fora do Brasil

Hoje, dia 7 de Janeiro, faz exatamente 1 ano que deixei o...
Leia Mais

12 Comments

  • Dia 1 – Chego em Chur ou St Moritz vindo de Tirano pelo Bernina Express – durmo a noite la
    Dia 2 – Trem para Berna (qual vai direto?)
    Dia 3 – Berna
    Dia 4 – Berna
    Dia 5 – Trem para Zurique
    Dia 6 – Bate e volta de Zurique para Lucerna
    Dia 7 – Zurique
    Dia 8 – voo saindo de Zurique para o Brasil

    Por este roteiro, vale a pena o swiss pass?

  • Oi, Monique, tudo bem?
    Nossa, muito legais as dicas e sugestões que você compartilha aqui. Ajuda bastante a montar um roteiro suíço! Porém, como meu roteiro não é exclusivamente suíço, mas tem boa parte nela, gostaria de saber se você poderia me ajudar a montar um itinerário que faça mais sentido entre as cidades que pretendo visitar no meu mochilão.

    Suíça:
    – Zurich
    – Berna
    – Interlaken (passar maior parte do dia em Latterbrunen e ir até trummelbach-falls e a tarde na Staubach falls.
    – Lucerna
    – Flims ( Lago Caumasse)

    Aústria:
    – Innsbruck
    – Vienna

    Batrislava
    – Eslováquia

    Hungria
    – Budapest

    Eslovênia
    – Maribor
    – Ljubliana
    – Bled ( Sotesko Vingtar, Gorje)
    – Grutas de Skocjan (Kras).

    Croácia:
    – Zagreb
    – Dubrovnik
    – Parque Nacional dos lagos de Plitvice.

    República Tcheca:
    – Praga.

    Você teria noção de qual seria o percurso mais racional a se fazer, qual melhor meio de locomoção entre percurso considerando um período de 25 a 30 dias no máximo para todo roteiro e o menor preço possível?

    Nunca viajei para fora o país, então, muuuiito perdida 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *