Bate-volta de Zurique a St.Moritz no Outono

de Zurique a St.Moritz

Em um lindo sábado de Outono na Suíça fiz um passeio bate-volta de Zurique a St.Moritz. Esta Rota é especial pois faz parte dos passeios panorâmicos mais famosos da Suíça: o Bernina Express e Glacier Express. Mas também é possível utilizar os trens regionais da Rhaetische Bahn, o que fiz e contarei mais aqui.

Como o trajeto é longo, algumas paradas foram necessárias e uma boa ideia para explorar a linda região de Graubünden (traduzida como Grisões) e suas paisagens impressionantes, ainda mais agora na época do Outono na Suíça.

bate volta de zurique a st moritz

Continue lendo esse artigo para saber como foi o nosso passeio de Outono por essa incrível região da Suíça e quais atrações visitamos pelo caminho.

Parte 1 do Trajeto – de Zurique a Chur

bate-volta de zurique a st.moritz
O idílico lago Wallensee visto da janela do trem

Nosso passeio começou na cidade de Zurique bem cedo. Pegamos o trem das 08:37 em direção à cidade de Chur.

Um dos destaques desse trajeto de 1 hora e 15 minutos é quando o trem passa pelo lago Walensee entre o cantão de St.Gallen a Glarus.

Eu recomendo sentar do lado esquerdo do trem para poder apreciar melhor as paisagens e o lago, mas a verdade é que ambos os lados oferecem boas oportunidades de fotos.

:: Clique aqui para ver os valores e adquirir o Swiss Travel Pass ::

Parada para brunch na cidade de Chur

brunch em chur
Entrada do Museumscafé onde tomamos brunch

Resolvemos parar na cidade de Chur que é a capital dessa região chamada Graubünden ou Grisões para tomar um brunch e foi uma excelente ideia!

Primeiro porque a cidade de Chur é uma cidade especial na Suíça, rodeada pelos Alpes e considerada a cidade mais antiga e uma das bem preservadas do país. E segundo porque escolhemos o Museumscafé para o nosso brunch, um café localizado dentro de um museu e que nos conquistou!

cidade de chur suíça
Centro histórico de Chur

O café que fica localizado dentro do Bündner Kunstmuseum possui uma decoração bem estilosa e um amplo jardim com mesas para os dias de sol.

Pagamos CHF 34 francos suíços pelo brunch que oferece produtos regionais e frescos e inclui uma taça de prosecco.

Após o brunch fizemos uma pequena caminhada pelo centro histórico de Chur que é uma área exclusiva para pedestres. Ficamos com vontade de voltar com mais tempo para curtir e explorar melhor a cidade que é uma graça!

Parte 2 do trajeto – de Chur a Filisur

Partimos de Chur em direção a Filisur num trajeto de 1 hora. As paisagens são encantadoras. Difícil não ficar grudada na janela do trem.

O maior destaque dessa parte do percurso é o famoso Viaduto Landwasser com seus 6 arcos e 65 metros de altura acima de uma vale. Esse viaduto é um símbolo da rota de trem panorâmica Glacier Express que começa em Filisur e também da Bernina Express que começa em Chur num trajeto até Tirano na Itália.

O trem passa por esse viaduto logo antes de chegar a estação Filisur onde descemos e fizemos uma leve trilha de 20 minutos até uma plataforma panorâmica de onde podemos ver os trens passando pelo Viaduto Landwasser.

trilha em filisur viaduto landwasser
Olha o Viaduto Landwasser atrás da gente

Fizemos a mesma trilha de volta a estação de onde continuamos nosso trajeto!

Parte 3 do trajeto – de Filisur a St.Moritz

Esse é sem dúvidas o trecho mais sensacional da rota de trem que fizemos. As paisagens ao longo do passo alpino Albula são inacreditáveis de tão lindas. A sensação é mesmo de estar vendo pinturas em movimento passando pela janela do trem.

bate-volta de zurique a st.moritz no outono

Neste ponto, as paisagens de Outono já começaram a ser intercaladas com as de inverno, pois estávamos em maior altitude onde já havia bastante neve acumulada. O contraste das paisagens das duas estações foi algo lindo e especial de se ver!

Essa parte do percurso também durou 1 hora mas parecia bem menos de tão entretidas que ficamos apreciando as paisagens da janela do trem.

andar de trem na suíça no outono

É no passo Albula que fica inclusive o paradisíaco Lago Palpuogna que tive a experiência de visitar uma outra vez, mas infelizmente ele não é visto do trem.

Curtindo o lago e a cidade de St.Moritz

Chegamos em St.Moritz as 3 da tarde, então fizemos uma rápida passagem por lá. Começamos pelo centrinho da cidade mas infelizmente todo o comércio com pequenas exceções estava fechado, provavelmente porque essa é uma época de pausa entre o Outono e Inverno para se preparar para a alta temporada.

Lago de St.Moritz durante o Outono

Então fomos curtir a linda paisagem do Lago de St.Moritz que como você pode ver pelas fotos estava simplesmente de outro mundo!

Eu já havia estado em St. Moritz antes e no Outono também mas não havia visto a paisagem com esse contraste de neve e ás árvores coloridas do Outono.

Nosso passeio pela cidade durou apenas 1 hora pois o trajeto de trem de volta a Zurique é longo e não queríamos chegar muito tarde em casa. Mas foi o suficiente para garantir lindas fotos e lembranças!

Caso você queira ter mais tempo na cidade, recomendo o fazer sim o bate-volta de Zurique a St.Moritz mas sem paradas.

Parte final do trajeto – Volta de St.Moritz a Zurique

st moritz de trem

Embarcamos então mais uma vez no famoso trenzinho vermelho da companhia de transporte local chamada Rhaetische Bahn.

Pegamos o trem das 4 da tarde e chegamos em Zurique às 7 e meia da noite. Desta vez pudemos relaxar e até tirar um cochilo no trem já que nessa época o sol se põe muito cedo e a paisagem lá fora já estava bem escurecida.

Detalhe importante: não há trens regionais diretos entre St.Moritz e Zurique. Tivemos que descer em Chur para trocar de trem.

Dicas – Trem Regional de primeira classe

Como utilizamos os trens regionais para fazer esse percurso que é parte do Bernina e do Glacier Express, optamos por viajar de primeira classe para ter mais conforto e espaço, especialmente nesses tempos de COVID-19.

Compramos o ticket antecipadamente pelo aplicativo da SBB, garantindo assim um bom desconto com o chamado Saver Day Pass. Eu paguei 88 francos suíços num ticket para 1 dia válido em toda a Suíça. O valor normalmente é CHF 127 francos suíços.

Quem adquire o Swiss Travel Pass faz o trajeto de graça!

Esse foi nosso passeio de bate-volta de Zurique a St.Moritz! Realmente é um passeio longo ainda mais se incluir paradas como fizemos mas é uma experiência altamente recomendável!

Mais de Monique Bianchi

Dicas de viagem Roma e Vaticano

Aqui reúno os posts que escrevi sobre os 4 dias que passei...
Leia Mais

5 Comments

  • Bom dia. Me diga se é possivel ir de Lucerna (base) a Interlaken – Berna – Engelberg por trem regional ou onibus . Me informe ,por gentileza, qual é o mais barato. Um abração e saúde.

  • BOA NOITE. TEM COMO PEGAR O BERNINA EXPRESS EM CHUR E DESCER EM SAINT MORITZ? NAO CONSIGO COMPRAR ESSE TRAJETO. O TREM FAZ PARADA EM ST. MORITZ?
    Qual a diferencia entre os trens locais e o Bernina express?

    Desde já, Muito Obrigado

    • Olá Michel, sim, há trens do Bernina que fazer a parada em St.Moritz a partir de Chur mas eles não rodam o ano todo. Nesse caso se a parada St.Moritz não aparece disponível, você teria que descer em alguma intermediária e pegar um trem regional até St.Moritz. A partir de St.Moritz há outro trem do Bernina que segue até Tirano. Veja o que fica mais interessante para você. Como contei aqui nesse artigo, a diferença maior entre os trens regionais e o Bernina é a janela que é maior. Um abraço

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.